Artistas vítimas de AIDS

 
 
Tom McBride um fotógrafo americano, modelo e ator. McBride, um homem assumidamente gay, morreu em 1995 devido a complicações de AIDS. McBride também é lembrado por sua carreira de modelo como um dos Homens Marlboro famoso na década de 1980. He was once featured in one of on a billboard ad located in Times Square. Ele já foi apresentado em um anúncio em um outdoor localizado na Times Square.
Freddie Mercury, foi o vocalista da banda de rock britânica Queen. Em 1991, surgiam rumores de que Mercury estava com AIDS, que se confirmaram em uma declaração feita por ele mesmo em 23 de novembro, um dia antes de morrer, vindo a falecer na noite de 24 de novembro de 1991, em sua própria casa, chamada de Garden Lodge. Sua morte causou repercussão e tristeza em todo o mundo. A casa de Freddie Mercury, passada por testamento à sua ex-namorada, Mary Austin, recebeu muitos buquês de flores na época e continua a receber até hoje.

 Sandra Bréa, foi uma atriz brasileira. Foi considerada símbolo sexual do país na década de 1970. Ela era famosa não apenas pelos seus muitos trabalhos, mas também por ter assumido publicamente, em agosto de 1993, que foi contaminada pelo vírus da AIDS, lutando contra a discriminação. Contudo, a atriz faleceu vítima de câncer de pulmão, sete anos mais tarde. Então, descobriu-se que ela manteve relações sexuais sem uso de camisinha com um cabeleireiro bissexual que morreu de AIDS em 1989, e também com um fotógrafo portador do HIV em 1992, sendo que óbvio, ela nem sabia que eles tinham a doença, e possivelmente eles também não sabiam que tinham. Pode ser de um deles que pegou a doença que ainda mata e não tem cura.

Lauro Corona foi um ator brasileiro. Os boatos de que estaria com AIDS surgiram em janeiro de 1989, quando o ator pediu afastamento da telenovela Vida Nova, na qual era protagonista, alegando estafa. Voltou dois meses depois, muitos quilos mais magro e com uma visível queda de cabelo. Logo em seguida mudou-se para a casa dos pais, isolando-se até mesmo dos amigos. Quando o estado de saúde piorou, foi internado, mas os pais proibiram o hospital de dar qualquer informação à imprensa sobre o estado de saúde do filho.

Renato Russo, foi um cantor, compositor e músico brasileiro, membro da banda Legião Urbana e do Aborto Elétrico. Renato Russo morreu, pesando apenas 45 quilos, em consequência de complicações causadas pela Aids (era soropositivo desde 1989), mas jamais revelou publicamente sua doença. Seu corpo foi cremado e suas cinzas lançadas sobre o jardim do sítio de Roberto Burle Marx.
 
 
Carlos Augusto Strazzer participou de diversas peças teatrais. Ficou mais conhecido por sua participação na televisão, em muitas telenovelas e algumas minisséries, na Rede Globo, na TV Tupi, na Rede Manchete, na TV Bandeirantes e na TV Record. Era conhecido por interpretar vilões ou personagens misteriosos e místicos, aos quais impregnava de elegância e ambigüidade.
Faleceu vítima de complicações em decorrência da AIDS em 1993, aos 47 anos incompletos.
 
Cazuza foi cantor, compositor brasileiro, que ganhou fama como poeta da sua geração enquanto vocalista e principal letrista da banda Barão Vermelho. Em outubro de 1989, depois de quatro meses a base de um tratamento alternativo em São Paulo, Cazuza parte novamente para Boston, onde ficou internado até março de 1990.
No dia 7 de julho de 1990, Cazuza morre aos 32 anos por um choque séptico causado pela AIDS.
About these ads

23 comentários sobre “Artistas vítimas de AIDS

  1. mede suas palavras antes de falar deles!!!!!!!!!!sua ignorante..eles curtiram ate onde pode..e vc?que vida vc tem?
    quem vc é realmente?como vc aproveita sua vida?o que vc faz de bom?!!!!!!!!!vc nao é nada!!!!!!!!!!!!!!!!

  2. sabe de uma coisa! em vez de ficarmos julgando essas pessoas, que nem estão mais no nosso meio por que não orarmos pela vida delas e quantas são as pessoas que estão contaminadas neste mundo que nem sabem que estão. isso pode acontecer com qualquer um por que quem ver cara não ver coração,pensem nisso.

  3. O bom da vida é viver. Não podemos crucificar ninguém por ter morrido de aids, pois tudo na vida existe sempre a primeira vez. Assim como alguém morre3u de aids, poderia ter morrido de qualquer outra doença. Temos saudades imensas destes que nos deixaram um imenso legado e que hoje, certamente estão ao lado de Deus.

    Abraços!

  4. Não sou nem um pouco religioso, mas não acho muito cristão se achar no direito de ficar apontando o dedo para quem tem a doença — ou foi vitimado por ela no passado. Cada um sabe de si. Concordo com Ednalva: rezemos, então, por eles.

  5. Tenho aids há 5 anos e vivo super bem, trabalho, como bastante, finais de semana tomo uma cervejinha, coisa que muita gente sadia não faz. Temos que acabar com esse preconceito, pois amanhã pode ser vc no meu lugar.

    • Poxa marcelo que bom escutar isso que vc falou… há muito
      tempo o virus HIV nao é sininimo de morte…! temos que acabar com
      isso…pois o pior virus e mais letal é o PRECONCEITO EA
      DEPRESSAO!!! isso sim…! parebens pela sua positividade!! tambem
      estou na mesma situacao e tenho mais 2 amigos com mais de 15 anos
      assim e estao muito bem obrigado…! que seja descoberta a cura!
      pois os remedios hoje em dia estao otimos e com otimos
      resultados!

  6. enquanto estamos no mundo,ñ temos garantia de nada,ñ somos perfeito,e ñ estamos livres das coisas q existem no mundo,perfeito só Deus,sinto muito pelos ignorantes q ainda são preconceituosas,espero q Deus tenha misericordias de vcs,pois vcs estão sendo muitos banais,parem e pensem o dia do amanhã ertence a Deus ñ julguem p ñ serem julgados,bjs ótimo dia a todos q amem o próximo

  7. é fácil julga-los depois de mortos, com tanto assunto no mundo e vcs vem agora brigar com que já se foi. NÃO OS JULGUE PELO O QUE MORRERAM, E SIM PELO O QUE FIZERAM ENQUANTOS VIVOS. Renato Russo e Cazuza lutaram e muito pelo país que temos hj. até uma criança de 5 anos sabem quem foram eles. eles podem sim ter ido. mas seus nomes jamais serão esquecidos.

  8. Quanta ignorancia e preconceito! Essas pessoas morreram, talvez por falta de informação e campanhas de prevenção à AIDS que antigamente não existiam. Não julguem a vida alheia.Você que se acha tão certinho também pode ser uma vítima da AIDS, pois como muita gente pensa, não é doença de gays e prostitutas! Pode acontecer com você. O mundo dá tantas voltas e Deus tudo ver. Que pena que perdemos grandes artistas. Hoje só se escuta esses bregas nojentos!

  9. Veja bem todas as pessoas citadas aqui foram personalidades de extrema importancia para arte, seja na musica ou no teatro e TV, e deram sua contribuiçao para os apreciadores destas artes. Quanto a vida pessoal assim como eu ou qualquer outro tomaram as decisoes que acharm melhor, nao devemos julgar, afinal a doença pode chegar pra qualquer um, ao promiscuo ou ao casto. Temos historicamente muitos exemplos, e nao é a forma que foi contraida a doença que transforma ela em mais ou menos trágica. E muito me admira em 2012 comentários semelhantes ao da decada de 80 no aparecimento da AIDS completa ignorancia. É uma pena!

  10. gente eu sempre falo pra pegar aids é mais fácil que pegar ônibus vasio, tem gente que pensa que está livre desse mau, mas saíbam que só está livre quem já morreu…

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s