Sintomas da AIDS

Cazuza na capa da “Veja” em 26/04/1989

Trata-se de sintomas que aparecem logo depois da transmissão do vírus. Acontece em 50% a 90% dos pacientes, sendo que alguns sintomas podem ser confundidos com uma simples gripe: febre alta, dores musculares e articulares, gânglios, dor de garganta, vermelhidão no corpo e perda de peso figuram entre eles. Tendem a desaparecer espontaneamente após aproximadamente 14 dias.Apesar de não se dispor de dados científicos comprovados, estima-se que uma pessoa recém-infectada seja potencialmente transmissora do HIV dentro de 2 a 4 dias após contrair o vírus. O HIV consegue enfraquecer o organismo da pessoa infectada atacando certos linfócitos, os defensores naturais do corpo.

Não se pode dizer que existam sintomas diretamente relacionados ao vírus da Aids. Na verdade, devem-se às chamadas doenças oportunistas, aquelas que se aproveitam do enfraquecimento do organismo para se instalarem, como tuberculose, pneumonia, sarcoma de Kaposi etc.

Por outro lado, existem vários sinais do desenvolvimento da Aids. Entre os mais freqüentes, encontram-se:

SINAIS DA AIDS
-Emagrecimento rápido, com perda de mais de 10% do peso corporal;
-Diarréia prolongada (por mais de 1 mês);
-Febre persistente (por mais de 1 mês);
-Tosse seca, sem motivo aparente;
-Suores noturnos, cansaço;
-Candidíase (sapinho) persistente – na boca ou na vagina;
-Manchas avermelhadas pelo corpo.
-O tempo para um soropositivo apresentar sintomas varia muito: não existe qualquer prazo definido. A maioria passa mais de dez anos sem nada e alguns podem até nunca desenvolver Aids, mesmo estando infectados pelo HIV.

ESTÁGIO 1
Tempo aproximado: de semanas a 6 meses

Você parece sadio. O teste da AIDS pode dar negativo. Mas mesmo parecendo sadio e com o teste negativo você já pode transmitir o vírus a outras pessoas.ESTÁGIO 2
Geralmente pode levar de 1 ano a 5 anos (ou mais)

Você mantém a aparência saudável mas o teste da AIDS já dá positivo. Você é um portador do HIV.ESTÁGIO 3
Não tem tempo determinado: pode aparecer em meses ou anos

A AIDS é um mal que se disfarça muito bem no organismo da pessoa contaminada. É importante notar que muitos dos sinais e sintomas da AIDS podem ocorrer por causa de outras doenças comuns em nosso meio. Isso significa que a presença de um ou outro dos sinais ou sintomas citados a seguir não quer dizer que a pessoa está contaminada com vírus da AIDS.Neste estágio alguns sinais e sintomas podem sugerir a contaminação pelo HIV:
Cansaço e fraqueza anormais para desenvolver as atividades habituais;
Emagrecimento sem causa aparente;
Febre contínua, suores noturnos;
Ínguas que duram mais de três meses;
Tosse seca, prolongada, sem ter bronquite ou ser fumante;
Sapinho na boca;
Diarréia prolongada;

ESTÁGIO 4
Pode ocorrer no período de meses ou anos
Por ter queda nas defesas do corpo, a pessoa contaminada com o vírus da AIDS facilmente pega outras doenças graves, que poderão levá-lo à morte. As mais comuns são pneumonia, câncer, diversos tipos de infecções e problemas no cérebro. Nesta fase é que se diz geralmente que a pessoa já está com AIDS. Entre uma complicação e outra, o portador de AIDS pode apresentar aparência de saúde razoável, pelo menos no começo.Se alguém estiver desconfiado de que está com o vírus porque teve um comportamento de risco (sexo sem proteção ou compartilhamento de seringas e agulhas, por exemplo), é importante consultar um médico ou então um serviço de saúde especializado que possa tirar todas as dúvidas e até realizar o teste da AIDS.

Cada vez que você dormir com alguém, você também dorme com o passado dele.

Fonte: Aids Brasil e Blog TV HG

About these ads

6 comentários sobre “Sintomas da AIDS

  1. Foi impressão minha ou no texto houve uma ação tendenciosa ao expor imagem de relações somente entre homens?
    Me senti levado a uns 30 anos atrás agora!

    • Não acredito nessa ação tendenciosa Wagner, mesmo a fonte tendo sido um site que aborde exclusivamente gays e as imagens fazendo referência apenas a sexo entre homens, pois o tema do post aborda os sintomas e em nenhum momento aborda a orientação sexual.

  2. ação tendenciosa ao expor imagem de relações somente entre homens, é wagner foi sim!,como se o virus da aids fosse apenas desenvolvidos em gays,oque todos nos sabemos que não.. OLHA O PRECONCEITO AÊ MINHA GENTE!!..

  3. Procurei no google algo relacionado à doença e me deparei com este site. Se o mesmo nao for direcionado exclusivamente ao publico gay, houve sim uma certa apelaçao/preconceito ao relacionar a enfermidade a este grupo.

    • Ana boa tarde. Esse blog não faz nenhuma apelação ou divulgação tendenciosa… apenas postamos informações que são publicadas na imprensa a respeito. Se houve alguma tendência para algum certo grupo da sociedade, isso foi feito por quem publicou a matéria originalmente e não o HIV EM PAUTA. Quem acompanha o blog ao longo desses dois anos que ele existe pode constatar isso. Preconceito aqui não!

    • Ana, obrigado pelo seu comentário. Este site não aborda a aids especificamente tratando de preferências sexuais. Se você pesquisar em nosso histórico verá que há inúmeros posts que falam sobre a doença nos héteros também. Dê uma olhada nos nossos posts de uma forma geral. abs

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s