Espírito Santo registra queda na incidência e mortalidade por Aids

O Espírito Santo segue a tendência nacional de estabilização da Aids, com queda na taxa de incidência e de mortalidade pela doença. Relatório da Secretaria Estadual da Saúde (Sesa) mostra que em 2003, para cada 100 mil habitantes, existiam 16,9 pessoas infectadas, enquanto em 2009, esta taxa passou para 13,4. Na Região Sudeste, a taxa de incidência é de 24 casos de Aids por 100 mil habitantes, enquanto a média nacional é de 18.

Os números capixabas são o reflexo de uma política que alia prevenção, diagnóstico precoce e tratamento adequado. A divulgação dos dados faz parte das ações do Dia Mundial de Luta contra a Aids, na próxima quarta-feira, 1º de dezembro.
 
Os dados da Sesa mostram ainda uma queda considerável nos casos de transmissão da doença de mãe para filho – chamada de transmissão vertical. Em 2000, foram 30 notificações, enquanto em 2009 o número caiu para 13 casos. Entre as crianças menores de cinco anos, no mesmo período, também houve redução: 27 novos casos contra 11.

De acordo com a coordenadora do Programa de DST/Aids da Sesa, Sandra Fagundes, essa diminuição é resultado de um trabalho de prevenção que vem sendo realizado há 10 anos. O Projeto de Redução de Transmissão Vertical do HIV combina ações preventivas em mulheres grávidas como o uso de medicamentos durante a gravidez e a substituição do leite materno por leite artificial durante a amamentação dos bebês. “Nossa meta é que até 2014 nenhuma criança nasça com Aids no Espírito Santo”, afirma. 

De acordo com o Boletim da Sesa, a epidemia de Aids no Estado é considerada estável. O número de homens com HIV positivo continua sendo maior que o de mulheres. Os dados mostram que os homens representam 62,2% do total de 7.166 casos registrados nos últimos 25 anos.

A transmissão sexual é a principal causa, sendo responsável por 76,9% dessas contaminações. Sandra Fagundes, explica que o motivo é a falta de uso de preservativos por parte dos homens. “Uma pesquisa realizada pelo Ministério da Saúde em 2008 apontou uma queda de 30% no uso de preservativos por homens jovens e escolarizados, que estariam confiando na eficácia dos tratamentos de Aids”, esclarece.   

Há dez anos existiam nove casos da doença em homens para um em mulher. No ano de 2009, esta relação foi de dois homens para cada mulher. No total, a comparação entre gêneros apresenta, em junho de 2010, 1.7 homem para cada mulher, mantendo uma estabilidade expressa nos últimos anos.

Mortalidade – O Espírito Santo registrou 26 óbitos decorrentes da Aids em 2010, segundo dados preliminares computados até junho. Em 2009, o número de óbitos foi de 118. A coordenadora explica que além de serem registrados menos casos da doença ano a ano, as pessoas infectadas pelo HIV têm acesso a um tratamento que lhes garante qualidade de vida. “O Ministério da Saúde distribui o coquetel anti-Aids e a Sesa distribui medicamentos de alto custo contra doenças oportunistas”, afirma. O número acumulado de mortes decorrentes da Aids no Estado foi de 2.020, considerando o período de 1985 a junho de 2010.

Escolaridade – O relatório registra ainda um aumento de casos de Aids entre pessoas que têm 12 anos ou mais de escolaridade. Entre os homens, houve um aumento de 8,8% em 2003 para 40,7% em 2009. Já na população feminina, o índice passou de 3,6% para 25,5% no mesmo período.

Programação
O Dia Mundial de Luta Contra a Aids deste ano tem como tema “Histórias de vida diferentes, mas uma causa comum: lutar contra o preconceito em torno da doença”. Como parte das ações do Dia Mundial, a Sesa vai participar do evento Um Canto Solidário, que neste ano promove o espetáculo Tributo a Cazuza, às 20 horas, no Theatro Carlos Gomes. Durante o evento haverá distribuição de preservativos e fôlderes informativos sobre o HIV. O show vai reunir no palco diversos artistas capixabas e a renda será revertida para entidades sensíveis à causa da Aids.

Os ingressos custam R$ 20,00 (inteira) e podem ser comprados na bilheteria do teatro ou pelo telefone 3132-8399.

Na manhã do dia 1º de dezembro, um café da manhã na Santa Casa de Vitória vai homenagear os usuários da Rede de Pessoas com HIV/Aids. A Sesa apoia ainda ações nos municípios, como a distribuição de panfletos informativos.

Outros dados
Total de casos novos em:
2008 – 327
2009 – 344
2010 – 199

Casos novos em:
Homens:
2008 – 188
2009 – 228
2010 – 124
Mulheres:
2008 – 139
2009 – 116
2010 – 75

Casos desde 1985
Total – 7.166
Homens – 4.455
Mulheres – 2.711
(*) 2010 tem dados preliminares, computados até junho.

Fonte: ES hoje

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s