Aids: 7.000 pessoas são contagiadas diariamente, diz a ONU

Cerca de 7.000 pessoas são infectadas com o vírus da Aids a cada dia, ao mesmo tempo em que a metade das 34 milhões de pessoas com o HIV não sabem que são portadoras, diz um informe das Nações Unidas, divulgado a propósito do 30° aniversário do aparecimento da doença.

Segundo o programa da ONU para a luta contra a doença (Onuaids), há uma necessidade urgente de que sejam criados mais projetos inteligentes para consolidar as conquistas na luta contra a Aids e o HIV.

O informe destacou os avanços espetaculares ocorridos nos últimos 30 anos, desde que epidemiologistas americanos, num estudo publicado em 5 de junho de 1981, descreveram os casos de cinco jovens homossexuais que tiveram o sistema imunológico destruído.

Apesar dos avanços, de acordo com a Onuaids, cerca de 34 milhões de pessoas vivem com o HIV – segundo dados de 2010 – e cerca de 30 milhões morreram em decorrência da doença nas últimas três décadas.

A taxa de novas infecções do vírus da Aids, no entanto, tem diminuído. “Apesar da redução, precisamos diminuir ainda mais a taxa de novas infecções”, disse Michel Sidibe, diretor executivo da Onuaids, no lançamento do informe “Aids 30 anos: Nações na Encruzilhada”.

O informe elogiou em particular os “avanços espetaculares” para conseguir medicamentos contra a Aids – antes sob domínio exclusivo das economias ricas – para pacientes dos países em desenvolvimento.

Ao final de 2010, 6,6 milhões de pessoas tiveram acesso ao tratamento nos países emergentes.

Isso equivale a um aumento de 1,4 milhão de pessoas em 2009 e de 22 vezes em relação a 2001. “Um exemplo claro do poder da solidariedade internacional, dos enfoques inovadores e respostas centradas nas pessoas”.

Do lado negativo, o balanço global está muito abaixo da meta de “acesso universal” que as Nações Unidas estipularam em 2010. Este prazo passou e deixou outras 9 milhões de pessoas infectadas que continuam necessitando de tratamento.

Alcançar esse objetivo e fazer fente a muitos outros problemas relacionados com a Aids requer um grande impulso de financiamente, disse a Onuaids.

Os recursos necessários para sustentar os avanços foram reduzidos pela primeira vez em 10 anos, mesmo com as enormes necessidades existentes, advertiu o secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, no informe, que foi divulgado antes de uma reunião sobre o tema que acontecerá nas Nações Unidas na semana que vem.

Fonte: G1

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s