Coordenadora de DST/AIDS de Tabatinga, AM, é afastada do cargo

A técnica de enfermagem e coordenadora do programa DST/AIDS no município de Tabatinga, a 1.108 km de Manaus, Elisângela Machado Cordoba, foi afastada do cargo, no fim da tarde de ontem (29), depois que a Polícia Federal (PF) apreendeu, na quarta-feira, cerca de 10 quilos de cocaína dentro de uma caixa de isopor contendo ampolas de sangue para exames de HIV.

O volume estava entre as encomendas da secretaria de saúde daquele município destinadas a Manaus. O procedimento de transporte era responsabilidade de Elisângela. De acordo com o secretário de saúde de Tabatinga, Marlem Ferreira, ela e mais seis servidores da prefeitura, entre assistentes administrativos e motoristas, que manipularam a caixa até o aeroporto, foram afastados das funções para que respondam a uma sidicância aberta pela Prefeitura. “Não queremos que haja nenhuma injustiça”, afirmou.

Elisângela não foi localizada pela reportagem para dar declarações.

Segundo o delegado Gustavo Pivoto, Elisângela e os outros seis servidores municipais prestaram depoimento e negaram envolvimento com o crime. Um inquérito foi aberto para investigar o caso. “Colhemos as digitais de todos os suspeitos e faremos comparações com as análises na caixa. Em 30 dias, teremos uma suspeita”, afirmou.

Entenda o caso

Na última quarta-feira, a PF apreendeu cerca de 10 quilos de cocaína dentro de uma caixa de isopor que pertencia ao Programa de Combate ao DST/AIDS da Secretaria Municipal de Saúde de Tabatinga. O volume tinha como destino a Fundação de Medicina Tropical (FMT), em Manaus.

Segundo o delegado Gustavo Pivoto, um motorista da Prefeitura levou várias caixas de isopor para serem despachadas no aeroporto e enviadas à FMT/AM. Policiais federais, em uma ação de rotina, vistoriaram os objetos e encontraram em um dos volumes vários tabletes de cocaína, totalizando 9.480 gramas.

Na delegacia, o motorista não soube informar a procedência da droga e afirmou que recebeu as caixas de outro funcionário da secretaria de saúde de Tabatinga. Este servidor afirmou que não teve acesso ao conteúdo da caixa e indicou outra pessoa.

Foram ouvidos seis funcionários da Secretaria de Saúde daquele município, Elisângela, que é técnica de enfermagem e chefe da Coordenação do Programa DST/AIDS e um servidor da Secretaria de Saúde do Estado (Susam) que presta serviços a Prefeitura de Tabatinga. Todos os ouvidos negaram envolvimento com a droga.

Fonte: G1

Um comentário sobre “Coordenadora de DST/AIDS de Tabatinga, AM, é afastada do cargo

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s