Só 10% dos gays buscam resultado de HIV

O jornal Folha de S.Paulo traz como destaque neste sábado, 11 de fevereiro, um estudo coordenado pelo CRT (Centro de Referência e Treinamento em DST/Aids), da Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo, sobre o comportamento de gays, homens que fazem sexo com homens e travestis.

No total, 1.043 homens e travestis participaram da entrevista e 673 coletaram sangue para a sorologia de HIV na região central de São Paulo, mas apenas 68 buscaram o resultado dos exames.

Rosa de Alencar Souza, diretora técnica substituta do departamento de saúde do CRT, disse ao jornal que esse resultado deve ter relação com o medo do diagnostico positivo para o vírus da aids. “Mas, se isso ocorrer, o participante vai receber orientações e atendimento médico. Quanto mais precoce o tratamento, melhores os resultados e a qualidade de vida”, disse.

De acordo com o jornal, o estudo também pretende testar o uso da coleta de sangue em papel filtro. A técnica facilita o armazenamento da amostra, porque dispensa o acondicionamento imediato do material em local refrigerado.

Fonte: Folha de São Paulo

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s