Programa Estadual de SP esclarece que responsabilidade do teste de HIV é do governo

A coordenadora do Programa Estadual de DST/Aids de São Paulo, Maria Clara Gianna, garantiu na tarde dessa sexta-feira, 18 de maio, aos ativistas do movimento de aids que é responsabilidade do governo a realização do teste de HIV. “Os profissionais de saúde capacitados é quem vão realizar a testagem, fazer o pré e pós-aconselhamento e revelar o resultado”, disse durante reunião promovida pelo Fórum de ONG/Aids do Estado.

Entre as preocupações expostas pelos ativistas durante o encontro, consta a possibilidades de resultados “falso-negativos” ou “falso-positivos” em testagens feitas pelas ONGs. “Quem será o responsável por este erro?”, perguntaram.

Maria Clara respondeu que o profissional de saúde que assina o laudo do exame é o responsável pelo resultado entregue ao paciente.

A coordenadora da campanha Fique Sabendo do Programa Estadual de DST/Aids, Karina Wolffenbuttel, sugeriu às ONGs que não quiserem disponibilizar seu espaço para o teste de HIV, o apoio ao governo para a promoção do teste em outros locais, como em praças e escolas.

“Nossa meta até 2015 é reduzir para 15% o diagnostico tardio e ampliar em 100% a população testada para o HIV pelo menos uma vez na vida. Por isso temos que ampliar cada vez mais a oferta do teste de HIV”, explicou Karina.

Hoje, de cada 10 pessoas que descobrem ter HIV no Estado de São Paulo, quatro receberam o diagnostico tardiamente.

Fonte: Agência de Notícias da AIDS

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s