João Pessoa deve ter em todas as USFs testes rápidos para AIDS e Sífilis; maioria de casos são em homens

O coordenador do Centro de Testagem e Aconselhamento em DST/AIDS de João Pessoa, Roberto Maia revelou que até o ano que vem todas as 180 Unidades de Saúde da Família espalhadas por João Pessoa vão oferecer testes rápidos para detectar pessoas que estejam com HIV e SÍFILIS. O projeto faz parte do programa Rede Cegonha criado pelo Governo do Federal através do Ministério da Saúde e que pretende reduzir a incidência de Sífilis congênita com testes rápidos para detecção da doença e inicio do tratamento – o mesmo com a AIDS.

 

Em João Pessoa, o teste rápido para diagnosticar o vírus da AIDS já pode ser realizado no Centro de Testagem e Aconselhamento que fica na Rua Alberto de Brito, s/n Jaguaribe – Cais de Jaguaribe de segunda a sexta e nas 25 Unidades de Saúde da Família espelhadas pela grande João pessoa. O resultado sai em 20 minutos. Segundo Roberto, no próximo mês, também serão feitos testes rápidos para detectar a Hepatite.

 

De acordo com o CTA, em João Pessoa, mais 1570 casos de AIDS foram detectados desde 1985 até 2011 e segundo Dados do Ministério da Saúde em 2009, havia 265 pessoas com a doença, quantitativo que subiu para 312 casos, no ano seguinte que chegou a 118 em 2011. Só no primeiro semestre deste ano, foram detectadas 152 pessoas com AIDS em João Pessoa, onde a maioria são homens.

 

O CTA recebe diariamente cerca de 150 usuários para fazer teste de HIV, Sífilis e Hepatite, inclusive gestantes. No caso das gestantes, caso o exame for positivo, os profissionais de saúde  encaminham a gestante para o Hospital Universitário de João Pessoa onde passará por exames como também será medicada para que o bebê não seja contaminado.

 

“O HU recebe essas gestantes, onde ela é passa por vários exames é medicada para diminuir a possibilidade de a criança ser infectada. Com esses procedimentos, o risco da criança vir a desenvolver a doença é de apenas 1%”, disse Roberto.

Para as demais pessoas, se o exame for positivo ela será encaminhada para o Hospital Clementino Flagra para realizarem exames e fazer o acompanhamento.

 

“As pessoas que tiveram seu exame como positivo serão encaminhadas para o Hospital Clementino Flagra onde serão orientados e acompanhados para realização do tratamento. O soro positivo pode pagar todas as medicações para o tratamento no CTA”, disse.

 

Nos CTAs, além da coleta e execução dos testes, os profissionais fazem um trabalho de aconselhamento com o paciente, antes e após o teste, no qual oferecem apoio emocional ao usuário além de esclarecer dúvidas sobre DST e HIV/AIDS e, principalmente, os ajudam a avaliar os riscos que corre e as melhores maneiras que dispõe para se prevenir. Os profissionais de saúde do CTA promovem aulas de teatros e montam espetáculos para informar de maneira lúdica as pessoas como se prevenir das DSTs.

 

“Não adianta somente campanhas. Através do teatro procuramos levar de maneira lúdica, informações importantes para a prevenção das doenças”, finalizou Roberto.

Fonte: Paraiba

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s