Encontro de jovens vivendo com HIV/aids do centro-oeste termina com proposta de fortalecimento regional

No encerramento do I Encontro de Adolescentes e Jovens Vivendo com HIV/Aids da Região Centro-Oeste, os jovens elaboraram propostas aos governos para melhorar a qualidade de vida da juventude soropositiva. O evento, que durou três dias, reuniu sessenta participantes na cidade de Goiânia – GO e discutiu temas como prevenção, direitos humanos e mercado de trabalho e sexualidade.

A jovem Sâmara Natacha, eleita nova coordenadora regional da Rede Nacional de Adolescentes e Jovens Vivendo com HIV/Aids no Centro-Oeste, será a responsável por levar as propostas aos órgãos governamentais. Entre as reivindicações os participantes do evento pedem mais participação no SPE (Programa Saúde e Prevenção nas Escolas), humanização do atendimento nas unidades de saúde e maior atenção nos casos de violações dos direitos trabalhistas envolvendo jovens vivendo com HIV/aids. “Concluímos o evento, mas os trabalhos para cobrar a efetivação das políticas públicas estão apenas começando”, disse a coordenadora.

Para o coordenador nacional da Rede de Jovens, José Rayan, o evento surpreendeu pela qualidade dos debates. “Tivemos discussões importantes e com ampla participação dos jovens. Com entrada desses novos atores na Rede temos o dever de levar as pautas da região para os nossos espaços de construção política”, garantiu.

A presidente do Grupo AAVE (Associação Aids: Apoio, Vida e Esperança), organização que realizou o evento, Flávia Pires, também elogiou a participação dos adolescentes e jovens no encontro. “Sem dúvida foi um momento especial e marcado pelo protagonismo da juventude do Centro-Oeste, que elegeu seus representantes estaduais e a coordenadora regional. É um processo de amadurecimento político que está nascendo e vai gerar resultados”, comemorou.

O diretor-adjunto do Departamento de DST, Aids e Hepatites Virais do Ministério da Saúde, Eduardo Barbosa também esteve presente no evento. “Foi muito gratificante ver aqui a presença de jovens novos, que estavam fora do movimento de aids e que encontraram nesse encontro um nova alternativa de atuação política e troca de experiências”, afirmou.

O regional do Centro-Oeste é o segundo dos cinco encontros que a Rede de Jovens está realizando este ano.

Fonte: Agência de Noticias da AIDS

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s