SES inicia implantação de testes rápidos para diagnóstico de Aids e Sífiles em mais 33 municípios na Paraíba

A Secretaria de Estado da Saúde (SES), através da Gerência Operacional de DST/Aids e Hepatites Virais, iniciou a implantação de testes rápidos para diagnóstico de Aids e Sífilis nas Unidades Básicas de Saúde (UBS) dos municípios da 3ª, 6ª e 11ª Gerências Regionais de Saúde do estado.

No último dia 8, o trabalho foi iniciado junto aos municípios da 3ª Gerência Regional, sendo o município de Queimadas o primeiro deles. No dia seguinte, foi a vez dos profissionais da UBS de Remígio serem treinados para a realização dos testes rápidos. Segundo a gerente operacional de DST/Aids e Hepatites Virais, Ivoneide Lucena, a partir da capacitação, o serviço já poderá ser oferecido pela unidade de saúde, beneficiando cada vez mais paraibanos. “Os enfermeiros da UBSs à luz da Rede Cegonha estão participando da prática ‘in loco’ e tão logo sejam capacitados, o serviço de teste rápido para HIV e Sífilis estará implantado na unidade”.

Ainda de acordo com a programação, que segue durante todo o mês de novembro, na terça-feira (13) e na quarta-feira (14), o trabalho foi iniciado nos municípios Barra de Santana e Soledade, respectivamente. Neste mesmo período, o serviço de teste rápido para HIV e Sífilis foi implantado nas Unidades Básicas de Saúde de 19 municípios que compõem a 6ª Gerência Regional de Saúde e dos sete municípios que compõem a 11ª Gerência Regional.

Nos dias 20 e 22, será a vez dos profissionais de Caturité e Puxinanã serem capacitados. E por fim, no dia 27, o serviço será implantado em Cabaceiras.

Para Ivoneide Lucena, a iniciativa vai facilitar ainda mais o acesso dos paraibanos aos testes rápidos de HIV e Sífilis; doenças sexualmente transmissíveis cujo diagnóstico precoce pode auxiliar no tratamento e melhorar na qualidade de vida do paciente. “A ampliação da implantação do serviço por todo Estado é uma meta da Secretaria de Estado da Saúde. Hoje, a Paraíba está em primeiro lugar no país no que se refere ao cumprimento da proposta de descentralização dos testes rápidos na atenção básica”.

Em 2012, o serviço de teste rápido para HIV e sífilis já foi implantado na atenção básica de 60% dos municípios da Paraíba. A meta, de acordo com a Gerência Operacional das DST/AIDS e Hepatites Virais da SES, é que, no ano que vem, o serviço esteja disponível nos 223 municípios paraibanos.

Populações vulneráveis – Nos dias 12 e 13, o Complexo Hospitalar Clementino Fraga, sediou a capacitação de profissionais de saúde habilitados na realização de testes rápidos que atuam junto à população indígena.

De acordo com a gerente operacional de DST/Aids e Hepatites Virais, Ivoneide Lucena, a qualificação está inserida em uma mobilização ainda maior da Secretaria de Estado da Saúde, no que se refere ao acesso das populações mais vulneráveis, como a indígena, a quilombola, cigana e carcerária, ao serviços de teste rápido de HIV, Sífilis e hepatites B e C. “De 20 de novembro a 14 de dezembro, haverá mobilização e ações preventivas junto às populações vulneráveis, a fim de estimular o diagnóstico precoce destas doenças. A mobilização será realizada em parceria com os municípios, cuja agenda está sendo aguardada”.

O evento está inserido na programação alusiva ao Dia Mundial de Luta Contra a Aids (1° de dezembro).

Fonte: Paraiba.com.br

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s