Vacina contra a AIDS passa por primeira fase de testes em humanos com sucesso

A companhia farmacêutica Sumagen Canada, cuja origem é sul coreana, anunciou ontem que a Fase 1 de testes clínicos da SAV001-H, vacina contra o HIV e AIDS, foi concluída com sucesso. As aplicações e análises duraram um ano, desde março de 2012 até o mês passado, e tinham como objetivo verificar a “segurança, tolerância e respostas imunológicas” da droga em seres humanos.

A SAV001-H obteve êxito pleno em testes de seleção aleatória, estudo duplo-cego, testes controlados por placebo, com homens e mulheres assintomáticos, sem apresentar nenhum evento adverso grave. Isso significa que a Fase 2, na qual vai ser verificada a eficiência da medicação, pode ter início.

 Imagem

O estudo vem sendo desenvolvido pelo Dr. Chil-Yong Kang e sua equipe da Escola de Medicina e Odontologia Western’s Schulich, em parceria com o laboratório sul-coreano, e é visto com esperança, mas certa apreensão pela comunidade científica. Isso porque a vacina inclui uma versão “morta” do vírus HIV. Para a maioria das pessoas, a ideia de ter um vírus HIV injetado em sua corrente sanguínea não é lá muito atraente, mas isso faz parte do processo de fabricação da droga.

Explicando em palavras simples: os cientistas separaram o vírus HIV ativo e modificam sua estrutura genética afim de eliminar sua patogenicidade, que é a habilidade de fazer a pessoa falar com voz de pato. Mentira, é a capacidade do agente invasor em causar a doença com suas manifestações clínicas entre os hospedeiros suscetíveis. Após tratamento químico, os vírus são irradiados com raios gama até que se tenha certeza que eles estão mortos. Bem mortos.

Outros pesquisadores tentaram criar uma vacina contra o HIV/AIDS sem o vírus morto, mas a maioria dos experimentos falharam na Fase 3. De qualquer forma, a Sumagen está otimista à respeito de seu produto, baseados no sucesso obtido em outras vacinas feitas com processos semelhantes, como Pólio, Influenza, Raiva e Hepatite A, que trabalham com o mesmo princípio.

Pode parecer prematuro se empolgar demais sobre a SAV001-H, uma vez que ela ainda precisa passar pelas Fase 2 e Fase 3. Mas quando a gente lembra que 35 milhões de pessoas já morreram de AIDS no mundo todo, e quase esse mesmo número se apresenta infectado, buscamos o mínimo de esperança. Vale lembrar também que 40% das novas infecções acontecem em pessoas com idades entre 15 e 24 anos.

Segundo a Sumagen, quando essa vacina chegar ao mercado (e, tudo indica que vai chegar), isso pode representar a erradicação da AIDS entre seres humanos. Erradicação. Pra sempre. Finito. Kaput.

Fontes: Western’s Schulich e Sumagen Canadá.

Um comentário sobre “Vacina contra a AIDS passa por primeira fase de testes em humanos com sucesso

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s